quarta-feira, março 02, 2005

Relatividade

Bem há pouco cheguei a uma conclusão, quer dizer, não será talvez uma conclusão mas sim o aperceber-me de algo que pura e simplesmente é assim sempre foi mas eu nunca tinha pensado nisso.
As palavras tal como o tempo e o espaço são relativas. Aquilo que se diz é diferente dependendo de quem nos ouve, ao mesmo tempo as mesmas palavras têm significados diferentes dependendo da pessoa que as diz e para quem são ditas.

Por isso mesmo ouvimos pessoas que dizem coisas completamente desinteressantes e, por outro lado, ignoramos alguém que tenta verdadeiramente comunicar connosco, também podemos observar isso quando dizemos alguma coisa, e sendo mais ou menos interessante, umas pessoas não nos ouvem ou rapidamente passam por algo que dissemos sem sequer tentar pensar nisso, enquanto outras pessoas ouvem tudo o que dizemos e comentam todas as nossas palavras porque querem que elas lhes digam qualquer coisa.

E assim vamos nós falando para o ar umas vezes e para alguém noutras.

Será que estou a falar para o ar?

1 comentário:

100 Sentidos disse...

Eu pelo menos gosto de te "ouvir".