domingo, outubro 29, 2006

Talvez melhor

Pois é, estou de novo aqui. Após uns dias de cama, medicamentos e mais cama, não, não passei muito tempo no sofá, dei preferência à horizontalidade da minha cama para suar, tossir e assoar-me até o nariz doer.

Meti-me na medicação e felizmente estou recuperado. Voltei ao estudo ontem e quase me arrependo de estar melhor... mas tinha mesmo que ser.

Deixei para trás os suores doentios e as maleitas gripais para voltar à vidinha normal em que nada se passa para além do tempo.

Portanto e depois de uns quantos posts espalhados pelo meio da doença e uma sexta complicada e um sábado trocado, um domingo a preparar o início de uma semana de avaliações. Sim, porque a faculdade não perdoa e apesar de haver muita coisa sempre pela cabeça para haver paciência de arranjar o espaço do estudo quem não quer saber é quem avalia. E portanto, é tempo de deixar para trás o que atormenta o dia já que a doença já passou… Talvez por isso ontem finalmente tenha tido o impulso de ir correr. Mesmo correndo o risco de não estar a 100% para o fazer sentia que precisava e se correr não é dos meus desportos preferidos agora sinto-lhe a falta nem que mais não seja pela oportunidade de pensar de uma forma diferente que me dá.

Por falar nisso está na hora de ir correr outra vez.

1 comentário:

Catarina Letras disse...

Força nas perninhas ;p
Beijinhos ***