terça-feira, março 06, 2007

Vir, voltar e voltar a vir

Venho aqui lamentar o facto de se terem perdido uns quantos posts para este blog nos últimos tempos. Surgem mas rapidamente se desvanecem na correria que têm sido os dias, sem tempo para grande coisa que não seja o essencial. Dormir tem sido uma preocupação, comer nem por isso. Aulas… aulas que nunca mais acabam, fazer o que se pede nas aulas, porque cada professor acha que a sua cadeira é única e importantíssima, e agora com isto de Bolonha ainda mais.
O trabalho que paga as contas ao final do mês e por isso não pode ser descurado.
No final de contas o que sofre com isto tudo é o blog, o cinema, os amigos um bocado, as séries cujos episódios se vão acumulando sem serem vistos, o desporto… enfim.

De qualquer forma e porque surgem estes pedaços em que tenho uma fuga ao imediato não me vou esquecer de vir aqui e dizer qualquer coisa. Não que sejam coisas relevantes ou seja sequer importante escrever aqui o que quer que seja ( para escrever merda já temos uma boa quantidade de jornalistas sensacionalistas, escritores da tanga, bloguistas de ocasião e comentadores colunistas em geral) mas ainda assim parece-me bem acarinhar este cantinho.

1 comentário:

Confrade Mor disse...

e fazes muito bem! o meu dia de trabalho não passa sem uma visita ao teu estaminé!

às vezes também sinto que o dia deveria ter 48h...

Força nisso!