sábado, setembro 03, 2005

:|

Dou por mim a fazer algo que não fazia faz anos, não é ilegal, não é incorrecto, até pode ser divertido, apenas não o fazia faz muito, por talvez não ser apropriado digamos assim, ninguém se magoa, e os envolvidos gostam, mesmo assim acabo por pensar que talvez seja melhor parar… se alguém soubesse era mau, mau não, chato talvez, quer dizer, chato também não é seria incompreendido, ou talvez não... mas depois olho em volta e penso, mas que raio estou eu a pensar, à minha volta quem é que faz tudo correcto? Todos pregamos uma conduta que não seguimos, cada vez mais à revelia do que disse-mos ontem e eu preocupado com merdinhas de nada.

“Nice guys finish last” já dizia a canção e é uma verdade à qual ainda não vi ninguém escapar, a não ser nas novelas claro.

Tendo dito isto vou despreocupado comer mais um bocado de sobremesa e mandar o tamanho da barriga às favas.

2 comentários:

Gugu disse...

Epa... nao sei o que e que fizeste mas ocorrem-me 2 coisas:

1- Pregamos o que acreditamos e, como tal, nao faz sentido desculparmos os nossos erros, estupideses ou infantilidades com os actos dos outros. Ate porque nao sabemos ao certo em que e que eles acreditam (ou se o fazem por ignorancia - e nao em consciencia, como aparentemente o fizeste).
Portanto, ou tu nao acreditas que o que fizeste foi errado, ou deves aceita-lo como erro/estupidez/infantilidade que foi, ainda que com gozo. Afinal o Teco 'ta mesmo ali ao lado do Tico.

2- A tua frase: "Todos pregamos uma conduta que não seguimos, cada vez mais à revelia do que disse-mos ontem e eu preocupado com merdinhas de nada."
Eu respondo: "Nostradama-mos" ;*

100 Sentidos disse...

Soa-me aqui a qualquer coisa familiar...