segunda-feira, janeiro 04, 2010

Dislikes



Houve várias pessoas que começaram o ano a fazer exercícios que consistem em enumerar aquilo de que gostam. Mas pessoalmente acho que começar o ano com coisas positivas está muito visto, e como tal prefiro falar de algumas coisas que me chateiam.

Tendo em conta a quadra que passou começo por dizer que não gosto de mensagens pre-definidas, daquelas que normalmente contêm uma piada qualquer com renas e o pai natal ou então são muito lamechas e desejam tudo e mais alguma coisa a quem as recebe. Se não têm nada de especial para dizer muito bem, não enviem nada, mas enviar dessas mensagens é que não, para esse tipo de sms basta a Clix e a TMN, ok?

Outra coisa que não me agrada nada é o facto de os condutores confundirem chuva com nevoeiro. Uma coisa é água que caí do céu em forma de gotas, com mais ou menos intensidade. Outra é não se ver um palmo à frente do nariz por causa de uma quantidade de vapor de água no ar que não se encontra condensado. Para o primeiro fenómeno ligam-se os limpa para-brisas, para o segundo ligam-se as luzes de nevoeiro... ligar as luzes de nevoeiro quando só chove é não só estúpido como também extremamente irritante. É que em vez de facilitar a visibilidade acaba por dificulta-la devido ao reflexo das luzes de nevoeiro nas gotas de chuva.

Ainda relacionado com a condução está o facto de a neve não querer dizer grande coisa à maioria dos condutores. Este ano ao deslocar-me para passar o Natal apanhei neve na estrada, e pude apreciar em primeira mão a forma de como se conduz sem juízo em condições extremamente adversas. Querem conduzir na neve como se o piso estiver molhado, muito bem, mas afastem-se de mim primeiro antes de baterem contra o primeiro obstáculo que encontrarem... eu pelo menos, agradeço.

Sequências de acção, principalmente em filmes mais recentes, também me chateiam. Não são todas, mas a maioria. São demasiado confusas, e devido ao plano mudar tanto em tão pouco tempo acabam por não ser espectaculares e passam a ser fontes de dores de olhos e de cabeça. Tenham calminha... eu e as pessoas que depois vão ver vídeos no youtube agradecem. É que com o exemplo desses filmes os realizadores de trazer por casa divertem-se a fazer pequenas pérolas de efeitos ridículos sem imagens que realmente se aproveitem.

Irritam-me as pessoas que vão para o cinema demasiado atrasadas e entram na sala como as luzes ainda estivessem acesas. Apetece-me espanca-las até ao ponto em que sufoquem no seu próprio sangue. Até porque normalmente são as mesmas pessoas que verificam o telemóvel 5 vezes durante a sessão, e até enviam a ocasional sms, ou atendem uma chamada. Ante-ontem até com uma daquelas lanternas de telemóvel andaram a passear nas salas do alvaláxia...

Um homem que tenham algo com uma mulher e depois diga que foi apenas coisa de uma noite é um sacana na melhor das hipóteses, passando depois por níveis de porco, filho da puta, cabrão, etc... Se uma mulher fizer isso não só não é nada de especial como inclusivamente se o homem ficar magoado ainda é um mariquinhas. Isto é outra coisa que chateia.
Eu também acho que um homem que fique de rastos por causa disso é um bocado mariquinhas, mas o contrário devia ser igual. Não?

E pronto. Por agora é esta amostra de coisas que me desagradam que aqui fica. Porque também me arrelia ler alguém que só se queixa e não gosta de nada...

Mariquinhas.

1 comentário:

Ana disse...

Confirmo o ponto do cinema e o do mariquinhas!